Sebastião Salgado – Gold: Mina de Ouro Serra Pelada

Local/Place SESC Paulista, São Paulo Ano/Year 2019
Realização/Realization SESC São Paulo Colaboração/Collaboration Cristina Souto Arquitetura/Architecture Álvaro Razuk Fotos/Photos Pedro Mascaro

A exposição GOLD – Mina de Ouro Serra Pelada, do fotógrafo Sebastião Salgado, foi apresentada pela primeira vez no SESC Paulista, em São Paulo. Trata-se do registro fotográfico impressionante, feito na década de 80, dos trabalhadores na mina de onde foram extraídas toneladas de ouro. O projeto expográfico foi feito pelo arquiteto Álvaro Razuk, e a curadoria é de Lélia Salgado.

As fotos foram expostas suspensas pelo espaço de pé-direito duplo, além da disposição abaixo de um mezanino que circunda a sala, de onde também se pode visualizar a exposição de forma panorâmica. A iluminação é peça chave na forma de mostrar as fotos, pois a luz recorta cada fotografia individualmente, deixando o entorno bastante escuro. Com intensidade luminosa bastante alta nas imagens, o forte contraste adotado como linguagem pelo fotógrafo faz com que as cenas fiquem destacadas. A flutuação das imagens pelo espaço com alto contraste luminoso fazem da visita uma experiência visualmente impactante.

Esta mostra resultou na itinerância por outras unidades do SESC no Estado de São Paulo. Atualmente está em cartaz no SESC Birigui.

A Exposição “Gold – Mina de Ouro Serra Pelada”

The exhibition GOLD – Mina de Ouro Serra Pelada, by photographer Sebastião Salgado, was presented for the first time at SESC Paulista, in São Paulo. This is the impressive photographic record, made in the 1980s, of workers at the mine from which tons of gold were extracted. The expographic project was made by the architect Álvaro Razuk, and curated by Lélia Salgado.

The photographs were suspended from the double-height ceiling, in addition to the ones placed below a mezzanine that surrounds the room, from where you can have a panoramic view of the exhibition. Lighting is a key part in the way of showing the photographs, as the light cuts out each photograph individually, leaving the surroundings in the shadow. With very high luminous intensity in the pictures, the strong contrast adopted as a language by the photographer makes the images stand out. The fluctuation of images through space with high lighting contrast makes the visit a striking visual experience.

This show travelled to other SESC units in the State of São Paulo. It is currently on view at SESC Birigui.